Wednesday, August 02, 2006

Eu não vendo meu voto: a não ser que vc pague por ele!

Dizem que no Brasil o mercado dos votos é profundamente antiético (ao contrário dos outros?). Só vende o voto aquele que só pensa nos seus “interesses individuais” e não vê que os mecanismos eleitorais de participação política são as vias democráticas para fazer valer seus “interesses individuais”. A verdade precisa ser dita: o interesse individual hoje em dia é dinheiro e vender voto é alcançar resultados sem intermediários. É ser “pró-ativo” na linguagem empresarial.

Aí o samaritano da andorinha na floresta em chamas vira pra mim e diz: “Se todos fizessem como vc nós estaríamos ferrados (risos)!”. A minha tese é que se cada brasileiro vendesse seu voto, nós iríamos assistir a maior distribuição de grana da história do país!

Além disso, vender o voto é uma troca justa onde todas as partes ficam felizes: eu encho o bolso, o governo não precisa mais pensar no blá blá blá da fome e da miséria, o candidato sobe mais um degrau para a glória e eu deixo de depender da cambada de Brasília. É capaz até de surgir alguma alternativa pra não se morrer de fome nessa terra de ninguém.

Contudo, existe um grande problema no mercado de votos: a falta confiança. Como saber se o vendedor vai honrar com a sua palavra na cabine indefectível da urna? Porém, tendo em vista o valor do meu voto (isto é, nulo), acho que por dois chicletes e um clipe eu voto até no Maluf. Mas tem que ser a vista, porque não dar pra confiar em quem compra voto pra corrupto.

Por isso, meu slogan será: “Nas próximas eleições, meu votinho pode ser seu. Seja prudente: compre de quem DÁ VALOR ao voto!”.

9 Comments:

Anonymous Maluf said...

Já mastiguei um...
serve um clipe e só um chiclete?

Thursday, August 03, 2006 5:06:00 AM  
Anonymous zé mané said...

Birigüi, vc tá bombando! É isso aê...

Thursday, August 03, 2006 4:05:00 PM  
Anonymous Ana Joana said...

Odeio chicletes. Pra mim pode ser umas balinhas de iogurte.
E esse ano a gente não vai receber mais nem aquelas camisetas de TNT, né? Poxa, elas eram tão legais, abasteciam meu armário durante 4 anos...

Thursday, August 03, 2006 11:43:00 PM  
Anonymous Ana said...

só uma coisa! se o Miguw ganhasse a vida falando "essas bobagens" na TV, o Brasil estaria salvo! suas idéias sao as mais sensatas que tenho lido nos últimos anos!
até parece que a Globo, por exemplo, iria convidar Miguw, Anulados e Birigüi pra uma entrevista. hahahah imagina Miguw no JN! hahahah seria lindo, mas só um sonho!
os cientistas políticos da TV só concordam com o sistema. IDIOTAS!
suspiros de novo...

Friday, August 04, 2006 2:31:00 AM  
Blogger Manezinho Birigüí said...

Só um clipe e um chiclete? Bem, foi a maior oferta que eu rcebi até agora. Fala aí, quem eu tenho que matar?

Friday, August 04, 2006 3:20:00 PM  
Anonymous maluf said...

Esse é um eleitor adequado. Olha, pensei melhor e vou te dar tb um bojão de gás. Aí vc vota em mim e mata minha mulher, antes que ela vire oposição! Combinado?

Saturday, August 05, 2006 2:31:00 AM  
Anonymous banqueiro anarquista said...

eu aceito vale transporte, tík refeição e cheque pré ;)

e é melhor vender o voto do que comprar gato por lebre!

Saturday, August 05, 2006 5:32:00 PM  
Anonymous Gus said...

tá melhor que o fome zero esse esquema de comprar voto...

Sunday, August 06, 2006 6:43:00 PM  
Anonymous matheus figueiredo said...

como o próprio birigüi disse, seria " a maior distribuição de grana da história do país!"
tô contigo e nao abro, meu xará lá de cima ainda nao evoluiu para perceber isso.

Monday, August 07, 2006 1:04:00 AM  

Post a Comment

<< Home