Tuesday, August 15, 2006

Coisas que só o Horário eleitoral te oferece...

Juro que ia falar sobre a Heloísa Helena hoje, juro de pé junto... Mas eis que chega o Horário de Propaganda Eleitoral Gratuita, vulgo HPEG.

São nesses momentos que toda a família se une e é formado um coletivo social, um sentimento de “nação”, no qual em uníssono todos falam: “eu odeio ver essa porcaria!”.

Mas dessa vez foi particularmente chocante... praticamente todos os candidatos a cargos proporcionais falaram basicamente a mesma coisa. “Estou concorrendo a minha primeira eleição. Não sei de mensalão, nem de sanguessugas, só prometo não roubar. Meu partido? Ah, sim, sou do PP com B.”.

Alguém ainda cai nessa?!?!?!? Se o cara não está concorrendo à reeleição no mínimo ele é CANDIDATO do partido, aprovado por seus companheiros de “luta” partidária. Das duas uma. Ou a pessoa fez carreira no partido e se mostrou digno de confiança para entrar na maracutaia, ou simplesmente possui uma característica capaz de agregar votos ou de trazer benefícios ao partido que o selecionou como candidato.

Mas vamos nos aprofundar um pouquinho, algo realmente difícil para uma pessoa que bebeu (não foi uísque!) e escreve à 01:00... Beleza... não sou ingênuo a ponto de não perceber que cada partido lança um número muuuito maior de candidatos do que o número de seus candidatos com reais chances de vitória. Pela lei eleitoral (de forma resumida e sem considerar as especificidades) cada partido pode indicar um número de candidatos equivalente a 150% do número de cadeiras disponíveis ao cargo em questão. Ou seja, tem quem venha me falar que a maioria dos candidatos existentes já nasceram abortados e estão ali apenas para preencher espaço, que servem apenas para aumentar o número de votos da legenda, com a ajuda do cachorro, do periquito, da jaguatirica, da vó, do primo, da nora, da irmã, e por aí vai.

AHAHAHAHAHAH. Vamos à realidade. Quem diabos é eleito? É o Zé Mane da esquina, que diz “Nunca fui eleito, vamos dar rotatividade às elites”? Mas nem !!! No final das contas os votos nesse pobre coitado vão direto para possibilitar a reeleição daquele camarada que esteve envolvido com todas as besteiras do partido e que, exatamente por isso, consegue mais recursos partidários, seja verba, seja espaço no HPEG, seja no desconto dos quitutes da dona Ana Joana.

Bem... para simplificar, voto nulo é a única saída! Vamos reconhecer as dificuldades do sistema eleitoral e optar pela única opção formal que possibilita expressar a indignação com a condição da política neste país, ou talvez no mundo ocidental...

Aiaiai... mais uma caipirinha pra curar a ressaca do Horário “Gratuito”, que é muito bem pago às emissoras... ah sim, essas recebem CONCESSÃO do Estado... mas tudo bem... é apenas mais uma das “sutilezas” desse nosso mundo...

2 Comments:

Anonymous Sissi said...

eu indico um mojito pra curar a ressaca
do HPEG. é tinino de bom!

Wednesday, August 16, 2006 6:06:00 AM  
Blogger Helena Máximo said...

Há.

HPEG é pra quem faz daquelas dietas esquisitas. Por isso é que vem logo depois do almoço.

Wednesday, August 16, 2006 11:16:00 AM  

Post a Comment

<< Home